Al. Dr. Sebastião Fleuri, nº 51, St Marista, Goiânia - GO

(62) 98331-9777 Celular e WhatsApp

Serviços
Neuropsicologia Goiânia
Parkinson / Alzheimer

Alzheimer / Parkinson

 

 

No diagnóstico de Alzheimer e Parkinson, a avaliação neuropsicológica é capaz de mapear, através de testes padronizados, todos os campos cognitivos relevantes e oferecer um relatório com as áreas de comprometimento significativo, por exemplo, memória, linguagem e atenção.

 

 

 

Doença de Alzheimer

 

A Doença de Alzheimer também chamada de DA, é uma doença neurodegenerativa, que começa gradualmente e tem seu desenvolvimento progressivo, afetando o funcionamento cerebral, causando prejuízos de memória, dificuldades com a linguagem, dificuldades na realização de atividades que exigem coordenação motora, na percepção e nas funções de caráter executivo.

 

A DA atinge hoje em torno de 3% da população mundial com idade acima de 65 anos, embora essa proporção aumente com a idade, atingindo mais de 20% nos indivíduos acima de 85 anos. O desenvolvimento da doença é progressivo e podemos dividi-lo em fases, não há limites bem definidos entre as mesmas e a evolução é particular de cada paciente.

 

 No início da Doença de Alzheimer, os sintomas principais são: desorientação temporal / espacial, déficit de memória recente, dificuldades de comunicação por não encontrar ou se lembrar de palavras adequadas, alterações na personalidade e no comportamento tradicional do paciente, dificuldades em tarefas relacionadas aos cuidados pessoais e distúrbios do sono. Estes sinais no início da doença são, geralmente, vistos como naturais devido ao processo de envelhecimento, o que pode atrasar o diagnóstico e o início do tratamento.

 

 
Com o tempo, ocorre o agravamento dos sintomas iniciais, bem como prejuízos na marcha, perda de apetite, lentificação dos movimentos, incontinência urinária, agitação mental, déficits de capacidade sensorial, delírios ou alucinações, diminuição do peso e desorientação temporal / espacial, levando o paciente a depender de cuidados especiais. Este cenário pode chegar a ser incapacitante, fazendo com que o paciente fique restrito ao seu leito o que acarreta o surgimento de feridas, infecções das vias respiratórias e do trato urinário.

 

 

 

Doença de Parkinson

 

A Doença de Parkinson é uma patologia crônica que degenera o sistema neurológico, afetando principalmente o sistema motor do indivíduo. Os sintomas mais comuns são: tremores, acinesia, rigidez muscular, e alterações na postura, mas manifestações não motoras também podem se desenvolver, tais como: degradação da memória, problemas no sono, depressão e transtornos do sistema nervoso autônomo. Apesar de ocorrer também em indivíduos mais jovens, sabemos que 1% da população com mais de 65 anos é atingida pela doença. 

 


A Doença de Parkinson ocorre pela diminuição de dopamina no Sistema Nervoso. As células que se encontram na área chamada de substância negra do cérebro, são as responsáveis pela produção de dopamina; no entanto na Doença de Parkinson essas células apresentam degeneração, o que altera a produção dessa substância.